Modelo de Briefing para Web Design é o sucesso de uma campanha

 

Um briefing bem feito é essencial para chegar no resultado esperado

Qualquer campanha de marketing, ação promocional, peça publicitária, projeto de identidade visual, ou até a criação de um site, antes de tudo precisa de um bom planejamento.

E por onde começar?

O briefing é o primeiro passo. Um briefing bem feito evita ruídos durante toda a comunicação, previne os erros e orienta o time a chegar no resultado esperado. Afinal, qual é o resultado esperado? Até isso é o briefing que irá responder. O modelo é usado até mesmo antes da criação de uma simples peça publicitária, não necessariamente fazendo parte de uma grandiosa campanha.

Quer conhecer os modelos de briefing e saber como fazer um briefing completo e criativo? Afinal, a criatividade faz parte já da primeira ação do job, que é o briefing. Você irá entender o porquê e como usar a criatividade a seu favor.

Confira as dicas da Duplo D sobre os modelos de briefing bem feitos.

Se você quer fazer um briefing para um campanha de sucesso, siga os modelos apresentados e lembre-se sempre de usar a criatividade, além de pensar sempre nos mínimos detalhes para que o seu cliente fique satisfeito com o resultado final. O modelo do briefing irá permitir que todo o time envolvido conecte-se de forma clara, junto do cliente, é claro.

O briefing irá consistir em definir itens como: orçamento previsto, formatos de materiais, qual é o público-alvo, quais serão as estratégias de divulgação, o prazo para finalização e o prazo de divulgação. Irá apresentar também o objetivo geral e específicos da campanha, o resultado que se espera, os desafios enfrentados pela frente, entre tantos outros itens.

Resumindo…

Modelo tradicional de Briefing:

O mais tradicional e necessário começa com os dados do seu cliente. Um brainstorming, ou tempestade de ideias, pode ser feito entre a equipe para que as ideias e criatividade sejam afloradas. Quanto mais informações você tiver, mais facilidade terá ao criar as peças.

Informações de extrema importância que devem estar no briefing:

  • Nome do cliente
  • Histórico da empresa
  • Diretoria
  • Número de Funcionários (efetivos e terceiros)
  • Missão, Visão, Valores e princípios
  • Tipo de negócio (serviços ou produtos)
  • Produto ou serviço a ser tratado
  • Público alvo (atual ou o público que pretende alcançar)
  • Concorrentes de mercado
  • Preços dos produtos e serviços
  • Prêmios recebidos
  • Localização e/ou pontos de venda
  • Mídias em que já está presente (TV, redes sociais, site, revista, etc) liste todas elas

Após listar todas as informações sobre o cliente e o seu produto ou serviço a ser tratado, chegou a hora de se preparar para pegar as informações essenciais que irão definir todas as estratégias da campanha.

Estude melhor o mercado e o público alvo

É de extrema importância saber como está o negócio em que o anunciante atua, seja no país em que está inserido ou fora dele, ter informações sobre qual é a sua posição diante dos concorrentes e principalmente os diferenciais do produto a ser apresentado. Se for algo novo no mercado, vale identificar o que tem de parecido atualmente, como o público alvo age e também quais são os diferenciais apresentados no novo produto.

Não se esqueça de inserir itens como:
  • Objetivos da marca com essa campanha / peça ou site
  • Estratégias definidas
  • Campanhas feitas anteriormente
  • Meios de comunicação sugeridos
  • Problemas de comunicação e de mercado
  • Itens que não podem faltar (como cores, local, produto, etc)
  • Obrigações da comunicação
  • O que a marca pretende comunicar
  • Verba disponível
  • Prazo de criação / Cronograma
  • Oportunidades identificadas
  • Informações extras que o cliente ache necessário

Modelo de Briefing interativo

Para preencher esse briefing vale tudo. Entrevista pessoal com o cliente, envio de formulário por e-mail ou até mesmo usar a interatividade para facilitar a vida dos seus clientes. E esta última tem sido o queridinho das agências, pois proporciona interatividade e agilidade em todo o processo de preenchimento do briefing.

A ideia é que ao invés de usar um simples formulário no word, ter algo escrito a próprio punho ou em um corpo de e-mail,você use a tecnologia a seu favor e faça esse preenchimento do briefing de forma criativa e interativa.

E como fazer isso?

Algumas ferramentas permitem que de forma simultânea você receba as respostas dos clientes. É o caso das ferramentas de pesquisa, como a do Google (Formulários). Independente da forma que você for utilizar, vale analisar o perfil do cliente para melhor atende-lo desde do início.

Modelo de Briefing com entrevista

A entrevista é uma excelente alternativa quando é preciso se aprofundar no job. Seja ele a nível de campanha, identidade visual, ou ação promocional, a entrevista pessoal para definição do briefing é um caminho interessante se você precisa saber de todos os detalhes.

Pessoalmente o entrevistado (no caso, o seu cliente) irá explicar detalhadamente itens como:

  • Problemas enfrentados
  • Objetivos do negócio
  • Onde a empresa pretende chegar
  • Demais detalhes e desafios sobre a empresa, produtos ou serviços

Mesmo que pareça maravilhoso resolver tudo com uma entrevista, antes de tudo é preciso entender o perfil do seu cliente. Em muitos casos a melhor escolha é a realização do briefing individualmente, pois dá maior liberdade para que o cliente e sua equipe discutam as questões. Por isso, vale avaliar qual é o perfil do seu cliente.

Lembre-se:

O briefing é utilizado também para diversas outras finalidades, fora campanhas publicitárias. Para um planejamento de redes sociais, por exemplo, ou para uma ação, seja ela de relacionamento, promocional ou divulgação. No caso de eventos, onde uma empresa de fora é contratada para produção e realização do evento, o briefing é utilizado para definir estratégias e todos os outros itens já citados a cima.

Não resta dúvidas de que o modelo de briefing, independente da forma que você optar em fazer, é o primeiro passo para se ter sucesso em no projeto. Vamos praticar?

Bom proveito e bom trabalho!

 

Quer nos contratar?
Abaixo segue nosso briefing 🙂

Abaixo um segundo modelo de briefing:

  1. Ramo de atuação da empresa e tempo de mercado:
  2. Número de filiais/franquias:
  3. Produtos e/ou serviços oferecidos:
  4. Endereço do site atual:
  5. Vantagens/desvantagens sobre os concorrentes:
  6. Referências de sites (outras empresas):
  7. Objetivos a serem alcançados:
  8. Público-alvo:
  9. Conteúdo do site:
  10. Imagem a ser transmitida para os usuários (público, estilo, layout, cores, etc.);
  11. Documentação disponível (logotipo, folders, manuais etc):
  12. Tecnologias ou linguagens desejadas (ex: html, flash, php, jsp e outras):
  13. Ferramentas de marketing utilizadas atualmente:
  14. Objeções (não utilizar a cor x ou o estilo y etc,):
  15. Mínimo e máximo de verba disponível para o projeto:
  16. Prazo para desenvolvimento e/ou cronograma:
  17. Observações:
  18. Contato:

a. Nome:

b. Telefone:

c. email: